Geral

Eternidade

O grande escultor iugoslavo, Ivan Mestrovic, era amigo de uma família muito rica. Um dia, a filha do rico homem brincou com ele, e lhe perguntou:

Se eu morrer antes que você, você me faz uma escultura bem linda para que eu me torne eterna?

Ela não sabia que ela e toda a sua família morreria com a gripe espanhola que assolou o mundo durante a Primeira Guerra Mundial. Mestrovic construiu na península de Cavtat um mausoléu esplêndido, cheio de cenas bíblicas, que hoje se tornou uma grande atração turística. Mas a verdade é que nenhum monumento pode nos tornar eternos.

Somente o Senhor Jesus Cristo pode, e o faz. Basta que entreguemos nossas vidas a ele.

Se você compartilha dessa verdade, compartilhe com muitos!

Por Lamartine Posella

A isca
What if forgiveness does not make any sense?

3 comentários

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do autor do blog. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O autor do blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
  1. 16Porquanto não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que nele crê; primeiro do judeu, assim como do grego; 17visto que a justiça de Deus se revela no Evangelho, uma justiça que do princípio ao fim é pela fé, como está escrito: “O justo viverá pela fé”.
    18Portanto, a ira de Deus é revelada dos céus contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade pela injustiça humana, 19pois o que de Deus se pode conhecer é evidente entre eles, porque o próprio Deus lhes manifestou. 20Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido observados claramente, podendo ser compreendidos por intermédio de tudo o que foi criado, de maneira que tais pessoas são indesculpáveis; 21porquanto, mesmo havendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças; ao contrário, seus pensamentos passaram a ser levianos, imprudentes, e o coração insensato deles tornou-se em trevas. 22E, proclamando-se a si mesmos como sábios, perderam completamente o bom senso 23e trocaram a glória do Deus imortal por imagens confeccionadas conforme a semelhança do ser humano mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis.

Deixe seu comentário