Geral

Filhos adotivos

Para mim, um dos mais lindos atos de amor nesse mundo é o de adotar um filho.
No processo de adoção, geralmente muitas crianças são apresentadas aos pais em questão. Mas, quando chega a hora, os pais se apaixonam por uma criança específica e a amam. Não porque ela seja a mais bonita ou inteligente. Algumas vezes, a criança escolhida é a mais fraquinha; a mais doente.

É como se ela já fizesse parte de suas vidas pela vida inteira. A ligação que se forma entre pais e filho (a) é incrível!
Há muitos pais adotivos, inclusive, que me dizem que, ao longo da vida, passam a amar seus adotados ainda mais do que seus filhos do sangue. É um amor sobrenatural; que nasce do coração.

A nossa salvação é semelhante a isso. Estávamos mortos nos nossos pecados; afastados da família de Deus. No entanto, Deus estava a procura de filhos adotivos. Ele nos encontra e nos ama profundamente. Seu amor acha reciprocidade em nossos corações. Em alguns de nós, imediatamente; em outros, Ele luta bastante até vencer as resistências. Não nos escolhe porque sejamos melhores. Não nos chama porque tenhamos mais qualidades. Ao contrário disso. Muitos de nós fomos escolhidos com enfermidades, com vícios, rancores, rejeições e medos.

Sua escolha é baseada no amor e na graça. Não foi uma escolha aleatória. Foi determinada. Ele nos quis desde o primeiro momento que nos viu. E, na sua concepção divina, isto aconteceu na eternidade passada.
Não quero discutir aqui os critérios da escolha. Não quero jamais considerar a possibilidade de que o Deus de toda justiça seja injusto. O que desejo é exaltar o seu amor por mim por me ter escolhido para ser seu filho a despeito de todos os meus pecados.

É maravilhoso ser filho de Deus. Não há nada que me tire a satisfação de saber que Ele me amou enquanto pecador.
O resultado de conhecer essa graça maravilhosa, me faz compartilhar sobre o meu Deus e Pai para com todos os que estão ao meu redor. Faça isto também! Enquanto você viver como filho adotado, aproveite os benefícios dessa filiação:

Tenha comunhão com o Pai, aprenda os Seus ensinamentos, usufrua da Sua herança e sobretudo, descanse na Sua proteção.

Por Lamartine Posella

O som da graça
Louvores pela colheita

1 comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do autor do blog. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O autor do blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
  1. Bem verdade ! Eu fui adotada,graças a Deus e tenho dois filhos de coração que amo tanto quanto os biológicos. E realmente é como se eles fossem meu a vida toda,nem lembro que não os gestei. amo meus filhos. A gente só entende um pouco o amor de DEUS ,depois que tornamos pais, e é maravilhoso.

Deixe seu comentário