Geral

Mais uma tentativa de paz frustrada

Nesta semana, mais uma tentativa de paz na palestina foi frustrada. De um lado, os palestinos se recusam a reconhecer Israel como estado, e exigem a imediata retirada dos judeus nos “Territórios ocupados”. Do outro, Israel afirma que é impossível tirar mais de 500.000 pessoas dos Territórios ocupados, e procura outra solução. No meio disso, os americanos tentam promover um acordo de paz que permita a utilização conjunta do Monte Moriá – lugar mais cobiçado do mundo, por ter sido o palco onde Abraão ofereceu seu filho Isaque a Deus, e na visão do Islã, Abraão teria oferecido seu filho Ismael a Alá.

De qualquer forma, todos os que tentaram esse acordo de paz até agora falharam, mas a Bíblia diz que ele vai acontecer, e terá como duração 7 anos. Se isso acontecer, saibam que iniciará o período chamado de “A Grande Tribulação”, que precipitará uma grande perseguição para com o povo de Israel.

Fiquem atentos! Os detalhes são importantes. Esse não é um acordo de paz qualquer. Deve ter 7 anos, será entre Israel e muitas nações, e será proposto por um grande líder mundial.
Agora, não é estranho que esse esforço esteja acontecendo exatamente no tempo em que as “últimas luas de sangue” do século XXI estão acontecendo?

Acrescento a isso, outra informação para reflexão:

Das 10 cidades que deveriam ser tomadas por Josué quando conduziu o povo de Israel ‘a terra de Canaã, ele não conquistou três: Gaza, Hebron, e Golã; exatamente as 3 regiões que causam tantos problemas a Israel nos dias de hoje.

por Lamartine Posella

Paz
América dividida

Deixe seu comentário