Geral

Pentecostes

Hoje celebramos o Pentecostes! “Hag shavuot sameha!” Feliz Pentecostes.

No primeiro Pentecostes, Adonai deu a Torah instrução perfeita de como o homem deveria se relacionar com o Deus da aliança. Festa que celebra a colheita do trigo, também presenciou um dos grandes acontecimentos da história cristã: o nascimento da Igreja, e a vinda do Espírito Santo.
Naquele dia, quando se completou o dia de Pentecostes, o Espírito Santo encheu o senáculo, em cumprimento à promessa feita por Jesus, em Atos 1:8:

“E recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas em Jerusalém, judéia, Samaria, e até os confins da Terra”.

O Pentecostes, portanto, trouxe a Igreja ao mundo com um grande propósito: Testemunhar a todos sobre a pessoa, e obra de Jesus Cristo, o nosso salvador.
Ele é aquele de quem as Escrituras falaram! Ele é o nosso redentor, Senhor, nosso alimento, e nosso alvo.

O poder do Espírito Santo transformou de tal maneira a vida dos discípulos que levou o seu testemunho a um patamar totalmente inusitado até então. Aliás, a palavra usada no Novo Testamento grego para “testemunha” é mártir.

Percebam, o vigor e a coragem para falar de Cristo vieram sobre os discípulos num tempo em que a perseguição levou a muitos à morte.
Somente o poder do Espírito Santo pode fazer essa obra. Os apóstolos, anteriormente amedrontados, agora confessavam com alegria e poder a mensagem salvadora de Jesus Cristo.

Ainda hoje o Espírito de Deus tem conduzido, fortalecido, e consolado muitos cristãos, que a exemplo dos nossos irmãos do primeiro século, por causa do testemunho, perdem a própria vida.
Estes são, como diz o livro de Hebreus, aqueles dos quais o mundo não é digno. Muitos deles, seja na Síria, Iraque, Iran, e outras nações inimigas do evangelho, não tem um conhecimento teológico acurado, mas experimentaram verdadeiramente o novo nascimento produzido pelo Espírito de Deus.

Ainda que percam a sua vida, a Escritura em Apocalipse nos garante a sua vitória, quando diz:

“Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida.”

Num tempo de tanto triunfalismo e um evangelho de auto-ajuda, precisamos resgatar a mensagem da cruz! Se não recebemos de Deus a honra de morrer por ele, então que sejamos dignos de viver para ele.
Neste Pentecostes, agradecemos a Deus pela pessoa, e missão do Espírito Santo, que nos dirige, consola, capacita, e transforma pecadores em testemunhas vivas do Evangelho da Graça do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Feliz Pentecostes para todos!

Por Lamartine Posella

O desafio de evangelizar o mundo pós-moderno
Mostre as suas marcas

1 comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do autor do blog. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O autor do blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário